Paris

    DESCUBRA COMO CENTENAS DE BRUXAS E BRUXOS FORAM AJUDADAS A ENCONTRAR SEU CAMINHO NA BRUXARIA MODERNA

    Radiestesia Clássica e Cabalística - António Rodrigues

     

    Radiestesia Clássica e Cabalística -  António Rodrigues

     

    A radiestesia parece ser tão antiga quanto a necessidade do homem em
    descobrir aquilo que está oculto. Tanto é ele que ele criou técnicas
    oraculares baseadas nos mais diferentes princípios para tornar explícitas,
    visíveis, tangíveis as respostas a seus diversos questionamentos.
    A rabdomancia foi até o início do século XX considerada como mais
    uma forma de adivinhação.
    Exploradores descobriram, grosseiramente esculpidas em cavernas dos
    Pireneus, provas de uma prática que permitia aos caçadores da época
    pré-histórica paralisar, a caça para poder em seguida capturá-la mais facilmente.
    Para alcançar esse fim, eles desenhavam sobre as paredes de suas habitações
    subterrâneas a forma do animal previamente avistado em uma de suas caçadas e
    uma mão estilizada, colocada normalmente sobre o flanco do animal, o que
    marcava a vontade e a força do homem sobre sua presa. Depois, durante seções
    de magia, traçavam feridas sobre estes desenhos, matando assim o animal em
    efígie, para se assegurarem de que, no dia da caça, o animal previamente
    encantado seria capturado de fato. O homem pré-histórico já tinha percebido a
    possibilidade de captar e transmitir energias a distância por meio de práticas simples. Sabemos que todos os corpos vivos vibram e emitem
    ondas; estas radiações infinitamente pequenas estão mesmo na origem do
    princípio da vida. Tanto a radiestesia como algumas outras técnicas se baseiam
    na capacidade humana de captar ondas, vibrações e, em certas circunstâncias
    sustentá-las e até emiti-las a distância.
    Para sintonizar o animal, os caçadores
    pré-históricos usavam um instrumento conhecido
    como "vara de comando". Essa vara era
    simplesmente um pêndulo com a particularidade
    de ter gravadas sobre suas laterais desenhos de
    animais. Geralmente construído em madeira ou
    osso de rena, a vara de comando era um
    detector-testemunho perfeito para a caça do
    animal. De forma reta ou curva, furada na parte
    superior, para passagem de um suporte cilíndrico
    em madeira ou osso (vareta que o homem
    segurava horizontalmente por cada uma das
    extremidades), a vara-pêndulo girava à volta desse
    suporte pela lei das ondas sustentadas, usando a
    mão do outro braço como uma antena, captando a
    radiação-rena, vara de comando e isto a qualquer
    distância que se encontrasse o animal. Para
    sintonizar outro animal, bastava ao caçador
    eliminar de seu cérebro todos os animais gravados
    sobre a vara, para se fixar sobre aquele que seria
    objeto de seu desejo; é o que se chama de seleção mental. O desenvolvimento
    da capacidade de uma boa seleção mental conduzirá você, leitor interessado na
    prática da radiestesia, à condição final de "radiestesista".
    Os chineses já usavam a rabdomancia dois mil anos antes de nossa era.
    Um baixo-relevo de madeira de 147 a.C representa o imperador chinês Ta-Yu
    da dinastia Hsia, em 2205 a.C, que tinha a reputação de ser um dos maiores,
    prospectores de água da Antigüidade, segurando um instrumento parecido com
    um diapasão. A legenda que acompanha a figura nos diz o seguinte: "Yu, da
    dinastia Hsia, foi célebre por seus conhecimentos sobre as correntes
    subterrâneas e fontes de água; conhecia igualmente o princípio Yin e, se
    necessário, construía barragens".

    Tamanho: 9,7 MB

     



    Paris

    QUE TAL APRENDER A SE MAQUIAR DE ACORDO COM O SEU SIGNO ?






    Curso Online Marmitas Saudáveis
    Para você ter uma vida mais saudável
    Não se alimenta de forma correta;
    Trabalha em uma rotina pesada durante a semana;
    Não consegue pagar suas contas;
    Não ganha o valor que gostaria;
    Não consegue dar uma vida melhor à sua família;
    Não sabe o que fazer para mudar essa situação;
    Vive apertada com as contas;
    Gostaria de ter mais tempo livre;
    Gostaria de trabalhar mais próximo dos seus filhos;
    Está cansada de não ser valorizada no trabalho atual.