O que é um E Reader ?

    Leitor de livros digitais (e-Reader, em inglês) é um pequeno aparelho que tem como função principal mostrar em uma tela, para leitura, o conteúdo de livros digitais (e-books) e outros tipos de mídia digital. Ao utilizar a tecnologia de tinta eletrônica, também chamada de papel eletrônico,[1] nas telas desses leitores, isso os aproximou muito da sensação de se ler um livro convencional por não utilizar iluminação, como as telas de cristal líquido (LCD), o que tem impulsionado a venda desses aparelhos em todo o mundo. O mais famoso deles é o Kindle, criado pela empresa estadunidense Amazon, que lançou seu primeiro modelo nos Estados Unidos, em 19 de novembro de 2007; e no Brasil em outubro de 2009.

    A principal vantagem dos e-readers é que eles são muito melhores para leitura do que os tablets atuais. A afirmação pode soar chocante para os amantes de aparelhos com grande poder de processamento, como o iPad, mas os e-readers tem uma carta na manga chamada "tela de e-ink". Esse tipo de display proporciona uma imagem muito mais natural e próxima a uma página impressa em papel, com muito pouco reflexo e alta definição do texto.

    As telas dos tablets atuais, feitas com LED e LCD, oferecem imagens vibrantes, mas cansativas para longas horas de leitura. Outra desvantagem é que elas são muito reflexivas, principalmente ao tentar utilizar o aparelho a céu aberto. As telas dos e-readers, ao contrário, são ideiais para leitura até mesmo em ambientes externos.

    Porém, a grande desvantagem dos displays de e-ink é que eles só têm bom desempenho na exibição de texto. Além de só exibir conteúdo em preto e branco ou tons de cinza, as imagens também não ficam muito bonitas na tela dos leitores de livros digitais.

     

    Feitos para um propósito: ler

    Por mais que se negue, um dos principais atrativos dos tablets são os recursos multimídia. Jogos com excelente qualidade gráfica, filmes em HD e acesso a tudo que a internet oferece tornam os aparelhos uma grande fonte de entretenimento e informações. Com isso, fica mais difícil se concentrar em uma tarefa tão simples quanto ler um livro, com a barra de notificações mostrando as atualizações das redes sociais e a chegada de e-mails.

    Os leitores de e-books, por mais que sejam muitas vezes considerados feios e sem recursos, focam em somente um objetivo. Ou seja, se você pegar o seu dispositivo, dificilmente fará outra coisa senão ler um livro de sua preferência.

     

    A nossa indicação para todos os nossos leitores, é para adquirir um E Reader, pois ler pelo Tablet, Celular ou Notebook prejudica muito a visão.

    Há uma grande diferença entre ler um E-Book pelo Tablet e um E Reader, como amamos leitura sobre ocultismo, lemos muitas horas por dia e usamos E Reader.

    Outra vantagem: Economia, o valor de um E Reader padrão varia entre R$ 200,00 e R$ 500,00 . Isso estamos falando do mais acessível, pois há os mais caros com muito mais recursos que ultrapassam o valor de R$ 1500,00 . Então se vamos comprar um livro impresso e o valor dele custa R$ 60,00 e lemos em um mês, mas queremos ler um livro por mês, o total no ano daria R$ 720,00 . Já com o E Reader o gasto seria somente no aparelho, digamos que R$ 300,00 .

    Só que a vantagem não é somente financeira, estamos falando da saúde de seus olhos, caso você lê e-book pelo tablet ou celular. A luz azul em excesso é muito prejudicial aos olhos.

    Luz azul dos celulares e tablets podem levar à cegueira

    Pesquisa mostra que a luz atua liberando substâncias tóxicas que, com o tempo, degeneram fotorreceptores nos olhos.

     

     

     

     

     

    Já há alguns anos surgem estudos que mostram a luz azul como a principal responsável pelo nosso desconforto ao permanecer muito tempo olhando para uma tela, como de um smartphone ou computador. Até por isso, fabricantes começaram a incluir nos aparelhos a opção de “desligar” esse tom, principalmente para o uso noturno, quando a claridade da tela sobressai.

     

    Uma nova pesquisa, entretanto, mostra que o problema é pior do que se imaginava. Segundo pesquisadores da Universidade de Toledo, que fica em Ohio, nos Estados Unidos, a luz azul das telas deixa algumas moléculas do olho tóxicas e pode levar à cegueira no longo prazo.

     

    “Estamos continuamente expostos à luz azul, e a córnea e a retina do olho não conseguem refleti-la”, diz Ajith Karunarathne, professor no departamento de bioquímica da universidade e um dos autores do estudo."Não é segredo que a luz azul machuca nossa visão e danifica a retina de nossos olhos. Mas nosso estudo mostra como isso acontece”.

    A luz cria, afirmam os cientistas, um verdadeiro veneno nos olhos humanos, que desgasta constantemente o globo ocular e gera degeneração macular, uma das causas mais habituais de cegueira nos mais velhos.

     

    A degeneração acontece quando nossos fotorreceptores — células sensíveis à luz em nossos olhos — morrem, o que acontece geralmente pela ação do retinal, substância formada no processo de oxidação da vitamina A.É justamente isso que a luz azul faz: acelera a formação de um retinal tóxico, que dissolve as membranas dos fotorreceptores e, com o tempo, os mata.

     

    “Essa atividade não acontece com as luzes amarela, verde ou vermelha. A toxicidade do retinal estimulada pela luz azul é universal”, afirma Karunarathne. Segundo ele, mais de dois milhões de casos de degeneração macular são descobertos nos Estados Unidos todos os anos.

     

    O cientista diz esperar que a publicação da pesquisa incentive especialistas a desenvolver novas terapias contra a degeneração macular e a criar novos colírios que deem conta do problema.

     

    Uma alternativa, diz ele, é utilizar óculos de sol que filtrem tanto raios ultravioleta quanto a luz azul. Evitar usar os celulares e laptops no escuro, em especial antes de dormir, é outra medida recomendada.

    A nossa recomendação : Adquira um E Reader já !

     


    Política de privacidade para Os Magos Online

    Todas as suas informações pessoais recolhidas, serão usadas para o ajudar a tornar a sua visita no nosso site o mais produtiva e agradável possível.

    A garantia da confidencialidade dos dados pessoais dos utilizadores do nosso site é importante para o Os Magos Online.

    Todas as informações pessoais relativas a membros, assinantes, clientes ou visitantes que usem o Os Magos Online serão tratadas em concordância com a Lei da Proteção de Dados Pessoais de 26 de outubro de 1998 (Lei n.º 67/98).

    A informação pessoal recolhida pode incluir o seu nome, e-mail, número de telefone e/ou telemóvel, morada, data de nascimento e/ou outros.

    O uso do Os Magos Online pressupõe a aceitação deste Acordo de privacidade. A equipa do Os Magos Online reserva-se ao direito de alterar este acordo sem aviso prévio. Deste modo, recomendamos que consulte a nossa política de privacidade com regularidade de forma a estar sempre atualizado.

    Os anúncios

    Tal como outros websites, coletamos e utilizamos informação contida nos anúncios. A informação contida nos anúncios, inclui o seu endereço IP (Internet Protocol), o seu ISP (Internet Service Provider, como o Sapo, Clix, ou outro), o browser que utilizou ao visitar o nosso website (como o Internet Explorer ou o Firefox), o tempo da sua visita e que páginas visitou dentro do nosso website.

    Ligações a Sites de terceiros

    O Os Magos Online possui ligações para outros sites, os quais, a nosso ver, podem conter informações / ferramentas úteis para os nossos visitantes. A nossa política de privacidade não é aplicada a sites de terceiros, pelo que, caso visite outro site a partir do nosso deverá ler a politica de privacidade do mesmo.

    Não nos responsabilizamos pela política de privacidade ou conteúdo presente nesses mesmos sites.